Fale conosco pelo WhatsApp

O que é o teste de fragmentação do DNA espermático?

Imagem ilustrativa de espermatozoides

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a infertilidade conjugal, caracterizada pela ausência de gestação após 12 meses de frequentes relações sexuais sem o uso de métodos contraceptivos, afeta de 10% a 20% dos casais em idade fértil. Na América Latina, aproximadamente 52% dos casos de infertilidade são causados por fatores masculinos — sendo a fragmentação do DNA espermático um deles.

Uma das causas muito estudadas como possível fator para infertilidade é a fragmentação do DNA espermático. Para que o espermatozoide chegue até o óvulo e o fertilize, é necessário que seu material genético esteja íntegro. Caso haja falhas ou danos no DNA, mesmo que pequenos, pode haver comprometimento da capacidade fértil do gameta ou ainda o embrião pode sofrer aborto espontâneo.

É normal, em indivíduos considerados saudáveis, que uma pequena parcela dos espermatozoides possua DNA com alguma quebra ou dano, entretanto, a maior parte deles possuem cromatina íntegra. Sabe-se que espermatozoides com danos no material genético não apresentam a mesma qualidade daqueles que não possuem quebras. Gametas com altas taxas de DNA danificado se tornam incapazes de fertilizar o óvulo de maneira adequada e as chances de gravidez natural se tornam muito pequenas.

O que causa a fragmentação?

A fragmentação do DNA espermático pode ser causada por diversos fatores internos ou externos que levam ao desequilíbrio do organismo e comprometem a qualidade dos espermatozoides. É possível destacar como causas dessas alterações:

  • Estresse oxidativo (desequilíbrio entre a quantidade de radicais livres e a quantidade de antioxidantes);
  • Varicocele;
  • Hipogonadismo;
  • Problemas circulatórios;
  • Infecções do trato reprodutivo;
  • Dieta inadequada;
  • Tabagismo;
  • Exposição a drogas e substâncias nocivas (drogas ilícitas, terapias quimio e radioterápicas, terapias imunossopressoras);
  • Febre alta e temperatura testicular elevada;
  • Sedentarismo;
  • Câncer;
  • Doenças autoimunes;
  • Idade avançada.

Como é avaliada a fragmentação do DNA espermático?

O teste de fragmentação de DNA espermático é um exame rápido que avalia a taxa de espermatozoides fragmentados e com DNA imaturo. Deve ser realizado por todos os homens que tentam engravidar, pois, mesmo que possuam espermograma normal, podem apresentar espermatozoides com DNA altamente fragmentado. Então, este exame deve ser realizado antes de se iniciar técnicas de Reprodução Assistida ou em casais tentantes, para que em casos de resultados alterados, o dano seja reparado.

A partir dos dados obtidos no teste de fragmentação do DNA espermático, o médico consegue determinar o tratamento mais adequado para que o homem retome sua fertilidade, como suplementação com antioxidante, mudança de hábitos e estilo de vida, correção de varicocele (varicocelectomia), entre outros. A maioria dos fatores que levam à fragmentação são reversíveis e/ou transitórios.

Preparação e resultados do exame

Os preparativos para a realização do teste de fragmentação do DNA espermático são bastante simples, e envolvem apenas a abstinência ejaculatória de 2 a 7 dias. O teste é feito a partir de uma amostra de sêmen, geralmente colhida por meio de automasturbação.

Quem pode solicitar o teste de fragmentação de DNA?

Quem deve solicitar o teste ao paciente é o médico andrologista, especialista em saúde do homem. Por isso, o ideal é que o indivíduo passe em consulta pelo médico para que se possa avaliar o histórico clínico e para que o exame físico também seja realizado.

O andrologista está devidamente capacitado a analisar a taxa de fragmentação do DNA espermático de maneira individualizada, levando em consideração as características do homem e determinando suas causas e o melhor prognóstico. Este especialista também se responsabiliza por identificar as melhores metodologias para reverter o quadro, de modo a restabelecer a capacidade natural reprodutiva do indivíduo.

Fontes:

Ministério da Saúde;

Clínica de Andrologia e Urologia Dr. Jorge Hallak;

Hallak J. Utility of sperm DNA fragmentation testing in different clinical scenarios of male reproductive abnormalities and its influence in natural and assisted Reproduction. Transl Androl Urol 2017;6(Suppl 4):S509-S512

Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).