happy-man-692795_640

Homens saudáveis vivem mais felizes e por mais tempo.

Com maior propensão ao desenvolvimento de algumas doenças específicas, os homens também necessitam cuidar de seu estado geral para salvarem a própria pele.

Não é a toa que se fala muito em prevenção, mas não existe outra forma para afastar os problemas de saúde que possam surgir, senão conhecermos um pouco mais sobre as doenças e como preveni-las.

A prevenção de doenças é muito mais simples do que se imagina e está diretamente relacionada com nossos hábitos de vida.

Hábitos saudáveis não estão ligados somente com a prática de atividade física e/ou alimentação correta, mas também, em evitar a automedicação, escolhas insalubres e a exposição aos riscos, podem deixar a saúde mais vulnerável.

Procurar um especialista para um acompanhamento direcionado é um dos hábitos saudáveis mais importantes, pois a falta de objetividade do que se espera sobre o estado geral do homem, pode desmotivá-lo na busca da melhoria de seu bem estar.

Alguns principais riscos à saúde do homem que precisamos saber:

Câncer de próstata

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens acima de 50 anos, por isso a consulta com um especialista é recomendada a partir dos 40 anos e deve ser realizada anualmente. Esse tipo de câncer, na sua maioria, cresce lentamente e não causa sintomas nos estágios iniciais. Em casos avançados, pode ocorrer a dificuldade para urinar como, por exemplo, a sensação de não esvaziar completamente a bexiga e também presença de sangue na urina.

O diagnóstico é feito por meio de exame físico (toque retal) e laboratorial (dosagem do PSA) e diante de um resultado fora da normalidade o especialista indicará o acompanhamento e tratamento adequado.

Importante que o homem tenha conhecimento do histórico familiar sobre casos de câncer de próstata, pois risco é mais elevado quando possui familiares portadores da doença. Fatores hormonais, além do estilo de vida, como sedentarismo, dieta rica em gorduras e excesso de peso, também contribuem muito para um diagnóstico positivo.

Alimentação saudável e a pratica de atividade física são importantes aliados na prevenção desse tipo de doença.

Varicocele

Existe muita controvérsia sobre a relação entre varicocele e infertilidade masculina. A maioria dos portadores de varicocele é fértil; homens inférteis com varicocele poderiam ter outra causa de infertilidade. Entretanto, um número expressivo de publicações tem mostrado clara associação de varicocele com alterações da função testicular e dos parâmetros seminais. Vários autores chegam a admitir que a varicocele é a causa tratável mais comum de infertilidade masculina.

A incidência de varicocele na população masculina é de aproximadamente 15% (10% a 20%), mas na população de homens inférteis chega a 30% (20% a 40%). Em adolescentes, o valor é similar ao dos adultos, com pico de seu aparecimento entre 14 e 15 anos de idade. Entre adultos com varicocele, apenas 15% a 20% têm problema de fertilidade.

A maioria dos casos de varicocele é assintomática. Alguns pacientes ocasionalmente queixam-se de sensação de peso, dor intermitente ou aumento do volume escrotal. Devido aos poucos sintomas, o diagnóstico baseia-se no exame físico minucioso, que deve ser realizado com o paciente em pé, em ambiente tranqüilo, em temperatura não-refrigerada, o que favorece o relaxamento da musculatura escrotal.

Disfunção erétil

A disfunção erétil ou impotência é a incapacidade de obter e manter uma ereção suficiente para ter uma relação sexual satisfatória. As causas podem ser diversas, mas sua maioria tem tratamento. Os fatores podem ser físicos e/ou psicológicos, mas o importante é procurar um médico assim que os primeiros sintomas aparecerem. Independentemente da causa, basicamente ocorre por um desequilíbrio entre a contração e o relaxamento da musculatura lisa do corpo cavernoso.

Os principais fatores psicológicos que podem causar a disfunção erétil são: depressão, estresse e ansiedade. Os fatores físicos podem ser: hipertensão arterial, diabetes, colesterol alto, ingestão de grande quantidade de bebidas alcoólicas, drogas, cigarro e medicamentos.

runners-635906_640

Cuide-se. Seu corpo é o seu patrimônio mais importante

  • Pratique atividade física regularmente. Procure saber qual atividade é melhor para cada fase da vida.
  • Aproveite a grande variedade de alimentos disponíveis no Brasil. Faça refeições balanceadas para melhorar a qualidade de vida.
  • Faça check up anualmente. Fique atendo aos níveis de colesterol, triglicérides, glicose, entre outros.
  • A partir dos 18 anos, habitue-se em ir ao urologista regularmente. A partir dos 40 anos diminua o intervalo entre as consultas.
  • Também procure um oftalmologista regularmente para saber mais sobre a saúde dos seus olhos. Doenças como glaucoma e catarata ocular podem ser prevenidas se diagnosticadas no inicio.
  • Fique atento com a pressão arterial. O acompanhamento por meio da medição pode evitar a incidência de infartos, aneurismas, derrames entre outros.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *